top of page
  • Foto do escritorLuxo Aju

Política by Adiberto de Souza

Os servidores vão botar a faca no pescoço do governo Mitidieri


Diferente de 2023, quando os servidores estaduais foram surpreendidos com uma esmola de 2,5% a título de reajuste salarial, este ano a categoria está se mobilizando para exigir do governo Mitidieri um aumento justo. E não vai adiantar o Executivo choramingar miséria, pois os cofres públicos estão abarrotados de dinheiro, conforme garante o pessoal do Fisco. Ressalte-se que as perdas salariais dos servidores já superam os 40%, mesmo o governo tendo registrado superávit de R$ 1 bilhão no ano passado. Pela arrecadação dos últimos três meses, a receita estadual de 2024 será bem superior à do ano passado, o que permite a concessão de um generoso reajuste a quem carrega o Estado nas costas. Ademais, por ser este um ano eleitoral, o funcionalismo deve botar a faca no pescoço do “patrão”. Precisando eleger seus candidatos às prefeituras e câmaras municipais, o governo não deve repetir a esmola de 2,5%. Caso o faça, verá os milhares de servidores e seus familiares se transformando em cabos eleitorais da oposição para ensinar ao governante de plantão com quantos paus se faz uma canoa. Home vôte!


Promessas vazias


Os pré-candidatos às prefeituras e câmaras municipais já estão alinhavando os discursos com os quais pretendem ganhar a simpatia e os votos dos eleitores sergipanos. Os mais afoitos já começaram a fazer promessas vazias. Tem pré-candidato dizendo por aí que, se eleito, vai acabar com a violência, reduzir o desemprego, etcétera e tal. São as primeiras de um turbilhão de promessas vazias, palavras lançadas ao vento para engabelar os incautos. Ao eleitor, cabe rechaçá-las e negar o voto aos demagogos. Portanto, nas eleições deste ano diga não aos fazedores de promessas vãs. Desconjuro!


Segue no estaleiro


O governo de Sergipe negou que o empresário Marcos Franco (MDB) tenha retornado às atividades na Secretaria Estadual de Turismo. O fidalgo pediu férias após ter sido denunciado pela esposa por violência doméstica. Ele está cumprindo medida restritiva. Em nota à coluna, o governo informou que “a Secretaria de Estado do Turismo segue sendo comandada pela secretária Daniela Mesquita. Juntamente com o governador Fábio Mitidieri, ela está à frente da delegação de Sergipe que participa da World Travel Market (WTM) Latin América 2024, que acontece em São Paulo”. Ao contrário do que o governo anunciou anteriormente, Marcos Franco não foi afastado do cargo. Crendeuspai!


Constrangimento reprovado


Após o constrangimento causado ao personal trainer João Antônio durante o jogo Sergipe e Confiança, o governador Fábio Mitidieri (PSD) determinou à Polícia Militar que desative o equipamento que faz reconhecimento facial. O pedessista reconheceu a importância da tecnologia para a segurança pública mas, “devido ao ocorrido, determinei a suspensão do uso do sistema até que novo protocolo seja implantado”. A vítima do erro foi retirada da torcida do Confiança por policiais sob a alegação de que havia um mandado de prisão preventiva em aberto contra ele. O governador também se solidarizou com João Antônio. Ah, bom!


Mercado exterior


Como perguntar não ofende: quando será que Sergipe vai começar a exportar, em larga escala, a nossa renda irlandesa para a Irlanda? A indagação se justifica depois que o governo estadual mandou aquele país uma robusta comitiva visando divulgar o artesanato produzido em Divina Pastora. À época, o executivo sergipano garantiu que a viagem de seus representantes para Dublin - custeada pelos contribuintes sergipanos - visava promover a exportação da nossa renda irlandesa. Só Jesus na causa!


E tome abobrinha!


Os partidos Psol, PRD, União Brasil, Rede e Republicanos exibem propaganda partidária nesta semana. As inserções serão veiculadas hoje, na quinta-feira e no sábado. Nos três dias, o União terá direito a inserções que contabilizam o tempo total de um minuto e meio. O PRD terá 30 segundos de propaganda nesta terça e quatro minutos e meio na quinta. O Psol, a Rede e o Republicanos exibirão propaganda partidária em apenas um dia. O PSOL terá quatro minutos hoje. Já a Rede e o Republicanos terão, respectivamente, dois minutos e dois minutos e meio de propaganda no sábado. Então, tá!


Briga pelo azul


Ao afirmar que “a cor de Itabaiana é a cor que eu quiser e o azul é meu”, o governador Fábio Mitidieri (PSD) provocou os eleitores do ex-prefeito Valmir de Francisquinho (PL). O líder itabaianense chegou a ter a candidatura a governador cassada pela Justiça sob o argumento de ter usado o azul na campanha do filho Talysson (PL). Logo após a discurso azulino de Mitidieri, os eleitores inundaram as redes sociais de Valmir afirmando que a “nossa onda azul é original”, “esse nosso azul recusa imitações”, “22 tons de azul”, “ninguém manda em Itabaiana, o povo é soberano”, “eu recuso imitações, sigo Valmir”, etcétera e tal. Marminino!


Sarapatel de coruja


Os governistas seguem cozinhando a candidatura do grupo à Prefeitura de Aracaju. Pelo que se observa, cada partido tem puxado a sardinha para suas brasas, mesmo sabendo que se não chegarem a um consenso poderão dar com os burros n'água. Embora já tenha sido rifada pelo próprio partido, a deputada federal Katarina Feitoza (PSD) não abriu mão da disputa. Ontem, a distinta mandou um recado aos aliados: “Continuo no páreo e trabalhando pelo melhor para Aracaju”. Para botar mais lenha na fogueira, o deputado federal Nitinho Vitalle (PSD) disse que se Katarina não for a candidata ele não vota nem trabalha para Luiz Roberto. Crendeuspai!


Medo de mentiras


Ter o voto influenciado por notícias falsas é uma preocupação de 75% dos eleitores. Segundo pesquisa encomendada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, entre os mais jovens, com até 34 anos, o receio das fake news sobe para 82%. Cerca de um terço (34%) dos entrevistados tem o hábito de compartilhar informações sobre políticos pelas redes sociais. Portanto, abra o olho para não comprar gato por lebre. Cruz, credo!


MST ocupa o Incra


Como parte da Jornada Nacional de Lutas em Defesa da Reforma Agrária, o MST de Sergipe ocupou, ontem, a sede do Incra em Aracaju. O Movimento declarou apoio à luta dos servidores do Instituto por melhores salários e pela realização de concurso para a contratação de mais colaboradores. Os servidores protestam contra os baixos salários, alegando que este tem sido o principal motivo para que concursados troquem o Instituto por outros órgãos públicos e pela iniciativa privada. A Jornada Nacional de Lutas em Defesa da Reforma Agrária faz parte do Abril Vermelho desencadeado pelo MST em todo o país. Aff Maria!


Comments


bottom of page