• Luxo Aju

Política by Adiberto de Souza


O criminoso partido da seca


A população de 11 municípios sergipanos agoniza com a seca que devasta as plantações faz desaparecer a água das fontes e cacimbas, além de matar e fome e sede os animais. Enquanto a estiagem maltrata milhares de irmãos desafortunados, a classe política se reúne em ambientes refrigerados para discutir quais medidas paliativas são mais apropriadas para conquistar os votos dos flagelados. Até agora, as campeãs são as cestas básicas, caminhões-pipa e cisternas caseiras para acumular água quando os céus abrirem as torneiras. De olho nos votos dos miseráveis, os políticos preferem gastar apenas o suficiente para manter o eleitor vivo. Não interessa investir em soluções definitivas contra os efeitos da seca, pois sem depender da ração e da água públicas, distribuídas como esmolas, o sertanejo se rebela contra o cabresto eleitoral, usado há séculos para eleger os ‘coronéis’ do asfalto, todos filiados e dirigentes do rico e desumano partido da seca. Desconjuro!


Quem cala consente?


É voz corrente nas esquinas de Sergipe que uma auditoria realizada, em 2020, na Fundação Estadual Renascer deixou de cabelos em pé a cúpula do governo Belivaldo Chagas. As línguas ferinas propagam que, diante do grande volume de irregularidades detectado naquele órgão, o Palácio teria colocado a investigação debaixo do tapete. Tomara que o Executivo sergipano venha a público negar tais boatos para que a imagem do governo não continue sendo maculada. Ademais, como afirma o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), o silêncio do governador Belivaldo Chagas sobre as denúncias contra a Renascer permite suspeitar que quem cala consente. Home vôte!


Pela hora da morte


E a Petrobras reajustou em R$ 0,15 o valor da gasolina nas refinarias. O preço final aos motoristas dependerá de cada posto de combustíveis, que tem suas próprias margens de lucro, além do pagamento de impostos e custos com mão de obra. Talvez, com medo da anunciada greve dos caminhoneiros, a petrolífera não majorou o preço do óleo diesel. A continuar os reajustes da gasolina, para encher o tanque o sujeito precisará vender o calhambeque. Credo!


Cadeira vazia


Um do povo dizia numa roda de desocupados que o PT já mandou reformar a cadeira azul usada na campanha de 2014 contra a senadora Maria do Carmo Alves (DEM). Naquele ano, o então candidato ao senado Rogério Carvalho exibia no horário eleitoral uma cadeira azul vazia que, segundo ele, representava a atuação parlamentar da demista. Agora, com a hipótese de Maria do Carmo tentar a reeleição em 2022, já tem gente jurando que a tal cadeira azul estará presente no merketing do PT. Crendeuspai!


Escravidão


De 10 acidentes de trabalho ocorridos no país, oito acontecem, em média, com funcionários terceirizados. Segundo pesquisa do Dieese, o mesmo percentual se reflete no número de mortes nos acidentes com trabalhadores terceirizados. Para se ter uma idéia dos malefícios da terceirização, de todas as mortes por acidentes ocorridas no setor elétrico brasileiro nos últimos anos, 80% das vítimas eram terceirizadas. Danôsse!


Prepare o braço


Apesar da falta de logística do Ministério da Saúde, Sergipe recebeu, ontem à noite, 48.360 vacinas contra a covid-19. Os primeiros que receberão as duas doses do imunizante serão os profissionais de saúde (22.760), idosos de 60 anos ou mais institucionalizados (240), pessoas com deficiência institucionalizadas (22) e indígenas aldeados (250). Ao anunciar a estratégia de imunização, o governador Belivaldo Chagas (PSD) garantiu que ninguém vai furar a fila da vacinação em Sergipe. Menos mal!


Abaixo a intervenção


A comunidade acadêmica da Universidade Federal de Sergipe lançou o “Comitê Sergipano Contra a Intervenção e em Defesa da Democracia na UFS”. Representando a OAB, o advogado José Alvino Filho disse que a presença da seccional nesse processo é importante para garantir o respeito a ordem jurídica e também a soberania da constituição federal. Nem na ditadura militar, a UFS sofreu intervenção do governo federal. Misericórdia!


Viva o SUS


A vacinação contra a Covid-19 está ocorrendo de forma ordenada em todo o país graças ao Sistema Único de Saúde. Entre quem defende a valorização desta conquista do povo brasileiro está a vice-governadora de Sergipe, Eliane Aquino (PT): “Mais do que nunca, é hora de valorizarmos o nosso SUS. É graças a ele que teremos vacinas e postos de saúde que abrirão suas portas para o povo, independente de renda, cor, sexo ou crença. Vida longa ao SUS”. Bravo, bravo!


Visão equivocada


O bordão do senso comum “a Polícia prende, mas a Justiça solta” é cada vez mais usado para justificar a crescente violência. Quem pensa assim, também defende que “bandido bom é bandido morto” e prega a redução da maioridade penal. Chamando o feito à ordem, o juiz de Direito baiano Gerivaldo Neiva explica que “não é a Justiça que solta, mas é o preso que tem o direito de responder em liberdade”. Ademais, amontoar seres humanos em superlotadas penitenciárias - verdadeiras masmorras - não recupera o criminoso, nem reduz a violência. Aff Maria!


Choro de demagogos


A maioria dos novos prefeitos sergipanos não fez outra coisa que não seja choramingar pelos cantos. Dia sim outro também, estes senhores e senhoras reclamam de seus antecessores por terem deixado as prefeituras em petição de miséria. Ora, todos sabiam a situação financeira dos municípios, tinham certeza que, antes de largar a “boquinha”, os ex-prefeitos iriam raspar o tacho. Portanto, esse choro é demagogia de quem quer ganhar tempo para não honrar com as mirabolantes promessas feitas na campanha eleitoral. Marminino!


Recorte de jornal



Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 2 de fevereiro de 1915.