• Luxo Aju

Vereador alerta sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU



Na manhã de ontem, 25, o vereador Breno Garibalde (DEM) aproveitou a sessão virtual da Câmara Municipal de Aracaju para fazer um alerta sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS, que foram elaborados e formados num pacto mundial entre 193 Estados Membros da ONU, dos quais o Brasil faz parte. Com isso, os países se comprometeram a adotar uma das mais ambiciosas agendas da história e definiram 17 objetivos e 169 metas a serem implementadas até 2030 com eixos de desenvolvimento econômico, igualdade social e preservação do meio ambiente.


"Estou falando sobre isso porque saiu um estudo realizado com mais de 700 municípios brasileiros e Aracaju está na posição 434º. Isso deixa claro que, apesar de já termos avançado muito, ainda temos um longo caminho a percorrer no que diz respeito ao desenvolvimento sustentável nestes nove anos restantes até 2030. É muito importante a união de todos os municípios, estados e federação. Sei do compromisso do prefeito Edvaldo Nogueira com muitas dessas causas que estão presentes em seu plano de governo e que também estão alinhadas as minhas pautas aqui como vereador", explicou Breno.


O parlamentar também falou sobre a importância da assinatura da carta de compromisso com a Aliança pela Ação Climática. "Aproveito também para reiterar e parabenizar o prefeito pela assinatura da carta de compromisso com a Aliança. Com isso, a gestão se comprometeu em elaborar um plano de enfrentamento às emergências climáticas nos próximos três anos", disse o vereador.


Ao final da sua fala, Breno ressaltou que assim como a gestão, a população também possui papel fundamental e precisa contribuir para atingir estes objetivos de desenvolvimento sustentável na cidade.


"Precisamos estar atentos e ter uma maior sensibilidade em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que também têm muito a ver com o momento delicado da pandemia que estamos vivendo. Não é só a gestão que precisa se comprometer e sim, todos nós enquanto cidadãos. Se já estivéssemos com esses objetivos implementados, sem dúvida estaríamos passando muito melhor por tudo isso, principalmente no que diz respeito às classes menos favorecidas", destacou o parlamentar.