Política by Adiberto de Souza

March 18, 2015

Devedora contumaz

 

Há sete meses sem receberem pelos serviços prestados, as construtoras contratadas pela Prefeitura de Aracaju correm sério risco de falência, causando graves prejuízos à econômica e desempregando centenas de trabalhadores. Mesmo com este prolongado atraso, as empresas maiores estão conseguindo sobreviver, mas algumas pequenas se encontram à beira da falência. Pior é que a administração do prefeito João Alves Filho (DEM) não informa quando pretende pagar o que deve. É justamente por este absurdo atraso que as poucas obras realizadas pela Prefeitura andam a passos de tartaruga ou simplesmente foram paralisadas. Enquanto isso, “João Promessa” segue prometendo grandes investimentos para Aracaju sem dizer, contudo, de onde virão os recursos para tornar realidade seus mirabolantes sonhos. Uma lástima!

 

Novo recorde

 

A Petrobras bateu novo recorde nacional de perfuração exploratória ao atingir 2.990 metros de profundidade d’água. A marca foi alcançada em fevereiro passado, na perfuração de um poço na bacia de Sergipe-Alagoas, na área de Moita Bonita, a 92 km de Aracaju. Apenas seis poços exploratórios superaram essa marca no mundo. Do total de 50 poços com maior profundidade, a Petrobras perfurou 15 (30%). Legal!

 

Cadê o meu?

 

Fiscais de tributos aproveitaram a missa pelos 160 anos de Aracaju para pressionar o governador Jackson Barreto (PMDB). Eles cobraram agilidade no atendimento das reivindicações da categoria, como transporte e policiamento para os postos-fiscais, periculosidade/GAT; subsídio; reposição inflacionária; reforma do plano de cargo e salários e eficiência na máquina arrecadadora. Jackson prometeu agendar uma audiência com o Sindicato do Fisco para os próximos dias.

 

Terreno garantido

 

O empresário Edézio Bezerra Lima decidiu doar uma área com 100 tarefas para a Universidade Federal de Sergipe construir o Campus do Sertão. Segundo o portal Itnet, o terreno fica localizado em Nossa Senhora da Glória, próximo à rodovia estadual que corta aquele município. O Ministério da Educação já garantiu R$ 40 milhões para a construção do campus, que deverá ficar pronto até 2017.

 

Vice assume

 

Será daqui a pouco, a posse de Edson Santos Cruz (PSDB) como novo prefeito de Santa Luzia do Itanhy. Eleito vice em 2012, ele vai substituir o titular Paulo César Ribeiro Soutelo (PSDB), que morreu anteontem vítima de infarto. A posse do novo prefeito acontecerá na Câmara Municipal daquele município.

 

Seca braba

 

A quantidade de água liberada pelo reservatório de Xingó, no Rio São Francisco, será reduzida dos atuais 1.100 metros cúbicos por segundo para 1.000 m3/s. O novo patamar foi aprovado ontem pelo Grupo de Acompanhamento do São Francisco. A nova vazão mínima valará da meia noite às 7h, de segunda sábado, e durante todo o dia aos domingos e feriados.

 

É feia a crise!

 

O pessimismo aumentou em todos os segmentos da indústria nos últimos 12 anos. Pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria mostra que o índice de confiança do industrial acumula queda de 15 pontos no período. Agora em março, o índice caiu 2,7 pontos e está em 37,5 pontos, o menor desde janeiro de 1999, quando a pesquisa começou a ser feita.

 

Mandados de volta

 

Está marcada para o próximo dia 30, a devolução simbólica dos mandatos dos deputados estaduais Cleto Maia, Baltazar Gois e Viana de Assis, além do governador Seixas Dória, todos cassados em 1964 pelo golpe militar. Na mesma sessão, a Assembleia devolverá simbolicamente o mandato do deputado comunista Armando Domingues, cassado em 1947.

 

 

Fim de auxílio

 

O deputado federal André Moura (PSC), relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que extingue o auxílio-reclusão e criar benefício para a vítima de crime, apresentou parecer pela admissibilidade da proposta. Pelo texto, o benefício de um salário mínimo será pago à vítima de crime durante o tempo em que ficar afastada das funções. Em caso de morte, o benefício será convertido em pensão ao cônjuge ou companheiro e aos dependentes da vítima.

 

Investimento

 

O Banco do Nordeste investiu em 2014 mais de R$ 336 milhões no município de Aracaju em 22 mil operações, com destaque para os pequenos e mini empreendedores e para o setor de comércio. As perspectivas para este ano, segundo o superintendente do BNB em Sergipe, Saumíneo Nascimento, são de mais crescimento e investimentos em setores estratégicos da economia aracajuana. Muito bom!

 

Recorte de jornal

 

Publicado no Sergipe Jornal em 30 de abril de 1927.

 

Please reload