Política by Adiberto de Souza

October 19, 2018

 

Opção pela mesmice

 

Faltando 10 dias das urnas, os candidatos a governador Belivaldo Chagas (PSD) e Valadares Filho (PSB) intensificam a campanha de desqualificar um ao outro. Em vez de projetos concretos para tirar Sergipe do atoleiro, os marqueteiros de ambos preferem a baixaria com direito a fake news. Alguém precisa dizer aos candidatos e seus apoiadores que ao sergipano interessa saber como o vitorioso vai colocar em ordem as finanças do estado, melhorar a saúde e a educação, reduzir a violência, etcétera e tal. Lamentavelmente, as equipes de marketing de Belivaldo e Valadares Filho acham que os xingamentos mútuos e a divulgação de inverdades convencem mais do que a apresentação de propostas concretas para recolocar Sergipe nos trilhos da prosperidade. Dizer que vai fazer e acontecer sem demonstrar numericamente como isso ocorrerá, é conversa mole pra boi dormir.

 

Cabeça cortada

 

O deputado estadual eleito Talysson Costa (PR) teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral. Segundo a acusação, Valmir de Francisquinho (PR) - prefeito de Itabaiana e pai do acusado - utilizou recursos públicos daquele município para eleger o herdeiro. Candidato mais votado desta eleição, Talysson vai recorrer contra a decisão para garantir a diplomação e posse. Danou-se!

 

Corda bamba

 

A reeleição do deputado estadual Capitão Samuel (PSC) depende da decisão final da Justiça Eleitoral sobre a cassação de Talysson Costa (PR). Caso os 42.046 votos do cassado sejam anulados, Samuel cederá a vaga para o deputado derrotado Robson Viana (PSD). Em sendo mantidos os votos de Talysson, o também deputado estadual Jairo de Glória (PRB) se elege e o Capitão Samuel garante a reeleição. Aguardemos, portanto!

 

Belivaldo na frente

 

Divulgada ontem pela TV Sergipe, pesquisa do Ibope coloca na liderança o candidato a governador Belivaldo Chagas (PSB). Ele aparece com 50%, enquanto Vavazinho tem 36%. 10% dos entrevistados prometem votar branco ou nulo e 4% estão indecisos. Registrada no TRE com o número SE‐ 04381/2018, a consulta foi feita entre os dias 15 e 17 últimos, tendo ouvido 812 eleitores. A margem de erro é de 3 pontos percentuais e o nível de confiança de 95%. 

 

Pesquisa festejada

 

Os candidatos a governador comemoraram o resultado da pesquisa. Na dianteira, Belivaldo Chagas (PSD) é só alegria: “Sai da frente que o Ibope confirmou. O povo sabe que o nosso time 55 é quem está realmente preparado pra botar Sergipe no rumo certo”. Por sua vez, Valadares Filho propaga que “a pesquisa confirmou: a onda da mudança está crescendo. Sergipe escolheu reagir. Ibope confirma arrancada da turma do bem. Crescemos quase 100% em uma semana”. Ah, bom!

 

Sem reajuste

 

Em greve há três meses por melhores salários, os médicos da Prefeitura de Aracaju não conseguiram sensibilizar o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). O comunista considera a paralisação legítima, porém diz não ser correto reajustar os salários de apenas uma categoria de servidores. Ademais, segundo Nogueira, para atender a reivindicação dos médicos, ele comprometeria a estabilidade financeira do município. Homem, vôte!

 

PPS com Vavazinho

 

O PPS sergipano optou por apoiar o candidato a governador Valadares Filho (PSB). No 1º turno das eleições, o partido apoiou o candidato a governador Eduardo Amorim (PSDB) e elegeu dois depurados estaduais: Dilson de Agripino e Samuel Carvalho. O presidente da legenda, Clóvis Silveira, conclamou os filiados a se empenharem visando “mudar essa história de já ganhou”. Segundo ele, o PPS não é de ficar em cima do muro. Marminino!

 

PV se define

 

E o Partido Verde também decidiu marchar com Valadares Filho (PSB) agora no 2º turno. Segundo o presidente da legenda em Sergipe, Reynaldo Nunes, o PV só mantem contatos com a oposição. “Com o apoio a Valadares Filho, reiteramos a necessidade da renovação em Sergipe”, diz Reynaldo Nunes, que se candidatou a senador e obteve minguados 27.147 votos. Crendeuspai

 

Novos tempos

 

As eleições deste ano inauguraram uma nova maneira de se fazer campanha. O horário eleitoral gratuito perdeu a atenção quase exclusiva dos eleitores. Segundo reportagem da Agência Brasil, o elemento novo são as redes sociais. Com essas mudanças, o debate público ficou esvaziado. Em vez da discussão de propostas sobre saúde, educação e segurança, os eleitores preferem compartilhar memes com supostos atributos do seu candidato ou com defeitos do oponente. Só Jesus na causa!

 

Apoio negado

 

O candidato à reeleição, o governador Belivaldo Chagas (PSD) jura ser mentira deslavada que ele está sendo apoiado pelo deputado federal André Moura (PSC). E no seu estilo direto, sacramentou: “Pra terminar logo com essas fake news, eu não tenho compromisso político nenhum com André Moura”. O “Galeguinho” também jura de pés juntos que o ex-governador Jackson Barreto “não vai ser secretário em meu governo. Ponto, essa é a verdade”. Então, tá!

 

Recorte de jornal

 

 

Publicado no jornal O Maruinense, em 20 de setembro de 1891.

Please reload