Política by Adiberto de Souza

November 26, 2019

 

 

Procura-se candidatos fortes

 

As novas regras eleitorais fizeram aumentar a procura dos partidos por candidatos a prefeito, e de políticos por legendas com capacidade financeira para custear a campanha. Com as coligações proporcionais vetadas, as legendas sem nomes fortes eleitoralmente ficaram impedidas de pegar “carona” em puxadores de voto de outras siglas. Por outro lado, os vereadores e prefeitos eleitos por um pequeno partido também estão caçando legendas maiores e bem abastecidas pela verba do fundo eleitoral. E não basta ter candidato a prefeito. De preferência, este precisa ser bom de voto, pois se for fraco, seu insucesso resvalará nos concorrentes à Câmara de Vereadores. É muito por isso que os partidos andam atrás de bons nomes para disputar a Prefeitura de Aracaju. Neste caso específico, também estimula esta procura a boa performance do prefeito e candidato a reeleição Edvaldo Nogueira (PCdoB), visto pelos adversários como um nome a ser batido. Só as unas dirão!

 

Nomes definidos

 

O Cidadania já definiu candidaturas majoritárias para Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros. Devem disputar estas três prefeituras, respectivamente, o deputado estadual Samuel Carvalho, o coronel Rocha e o Herbert Pereira. O concorrente em Aracaju ainda está indefinido, porém os nomes mais cotados são os da vereadora Emília Corrêa, do empresário Milton Andrade e do ex-vereador Emerson Ferreira. Então, tá!

 

Sukita condenado

 

E o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (PTC), voltou a ser condenado em dois processos. Considerado culpado por desvio de recursos federais e superfaturamento, o dito cujo terá que devolver mais de R$ 700 mil aos cofres públicos. Dessa vez, a punição foi mais branda do que os 11 anos de cadeia por crime eleitoral. Sukita só está solto graças à decisão do Supremo que proíbe prender condenados antes do trânsito em julgado. Danôsse!

 

Fica pra depois

 

O Tribunal Regional Eleitoral adiou, novamente, o julgamento dos embargos declaratórios impetrados pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) e a vice Eliane Aquino (PT). A previsão é que o processo retorne à pauta do TRE nesta quarta-feira. Os dois são acusados de uso da máquina pública em benefício eleitoral, mas ambos juram que durante toda a campanha agiram dentro da legislação eleitoral. Ah, bom!

 

Conta gotas

 

O servidor estadual vai levar quase todo o próximo para receber o 13º salário. Projeto do governo enviado à Assembleia estabelece que o benefício seja pago em oito módicas parcelas. Quem não quiser esperar tanto tempo, pode fazer um empréstimo pessoal no Banese, que o governo promete pagar os juros. A coisa tá piorando, pois nos anos anteriores o 13º era parcelado em seis módicas prestações. Crendeuspai!

 

Fux em Aracaju

 

Conflito de última hora na agenda fez o ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça, cancelar a participação no Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro, que acontecerá em Aracaju, de amanha até sexta próxima. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, está confirmado no evento, devendo proferir a palestra de encerramento. Esta informação é do blog Primeira Mão.

 

Troca de postos

 

Os juízes de direito foram às urnas, ontem, para eleger a nova diretoria da Associação dos Magistrados de Sergipe. Eleita para o biênio 20/21, a chapa única foi encabeçada pelo juiz Roberto Alcântara de Araújo, tendo como vice Iracy Mangueira Marques. Também foram eleitos Sérgio Lucas, vice-presidente secretário geral; Bethzamara Macedo, vice-presidente de relações institucionais; e Daniel Leite da Silva, vice-presidente de Patrimônio e Finanças. Boa sorte ao novo comando da AMASE.

 

Jornalismo premiado

 

A Estácio anunciou os vencedores do Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2019. Esta 9ª edição premiou matérias regionais e nacionais, sobre ensino superior, publicadas em veículos impressos, internet, rádio e televisão. Em 2019, o prêmio bateu o recorde de reportagens inscritas, recebendo 470 matérias, número 40% superior à edição anterior. A premiação variou entre R$ 10 mil (mídias regionais), R$ 15 mil (mídias nacionais) e R$ 25 mil (Grande Prêmio Estácio). Boa grana!

 

Fafens em debate

 

Os governadores de Sergipe e das Bahia, respectivamente, Belivaldo Chagas (PSD) e Rui Costa (PT), se reuniram com a direção do grupo Unigel, que arrendou as Fafens nos dois estados. O desejo dos governantes é que as fábricas de fertilizantes retomem a produção no menor espaço de tempo possível. O grupo Unigel tem seis meses para realizar ajustes e obter as licenças necessárias ao funcionamento das Fafens. Tomara que não demore muito mais além disso. Oremos!

 

Pouca chance

 

E o DEM segue à procura de um candidato a prefeito de Aracaju pra chamar de seu. Sem nomes de peso entre os filiados, o partido tem batido nas portas alheias, mas esbarra na fidelidade partidária, que impede políticos com mandatos pularem a cerca. Presidente do DEM em Sergipe, José Carlos Machado torce que Brasília mude a regra do jogo e abra uma janela permitindo deputados trocarem de partido. Do contrário, os demistas estarão no mato sem cachorro. Misericórdia!

 

Recorte de jornal

 

 

Publicado no jornal aracajuano Folha da Manhã, em 21 de outubro de 1938.

Please reload