Política by Adiberto de Souza

January 16, 2020

 

Joia da coroa disputada

 

Ao contrário do que pensam os mais avexado, a disputa pelo comando político de Aracaju terá muitos candidatos e será concorridíssima. Com a contabilidade em dia, pagando a folha salarial dentro do mês e com o cofre abarrotado de dinheiro federal para execução de obras, a Prefeitura tem despertado o interesse de muitos políticos. Numa conta rápida, já são mais de 10 prefeituráveis, número maior que os sete concorrentes de 2016, quando a municipalidade estava aos frangalhos. Agora, o prefeito Edvaldo Nogueira (sem partido) aparece como favorito, diferente da contenda passada, quando o então gestor João Alves Filho (DEM) começou a disputa com cara e jeito de “lanterninha”, tamanho era o desgaste de sua administração. Esse favoritismo do futuro pedetista, porém, não significa tanta coisa há 10 meses das eleições. Até o pleito, muita água passará por debaixo das várias pontes de Aracaju, cidade que costuma votar na oposição, como fez em 2012 e 2016. Portanto, dizer agora quem vai ganhar a joia da coroa no ainda distante outubro, é tão incerto quanto atirar no escuro. Homem, vôte!

 

Óleo derramado

 

Pescadores de Sergipe e Alagoas e reúnem, hoje, em Brejo Grande para pedir providências contra os prejuízos causados pelo óleo derramado no mar e que poluiu o Rio São Francisco. Cerca de dois mil pais e mães de famílias estão sem pescar, pois peixes, camarões e outros frutos do mar continuam sendo encontrados cobertos de petróleo. A reunião será com o Ministério Público e visa exigir providências aos governos federal e estadual para minorar os prejuízos causados pelo maior desastre ambiental do litoral brasileiro. Cruz, credo!

Mãos na cabeça!

 

Cresceu 19,6% no número de mortes provocadas pela intervenção policial no Brasil, entre 2017 e 2018. Em Sergipe, verificou-se um aumento de 60,7%, colocando o estado na 5ª posição, atrás apenas de Roraima (183,3%), Tocantins (99,4%), Mato Grosso (74%), Pará (72,9). Segundo o 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2017 ocorreram no estado 90 mortes decorrentes de intervenções policiais, número que saltou para 144 no ano seguinte. A grande maioria dos mortos era jovens, negros, pobres e iletrados. Aff Maria!

 

Tapa na cara

 

Mesmo sem saber, o contribuinte – sempre ele – vai pagar R$ 36,9 mil para os funcionários da Sergás comemorar os próprios aniversários. O Jornal da Cidade denuncia, hoje, um contrato assinado pela estatal com uma empresa de eventos visando promover comes e bebes e cantar “parabéns para você” todos os santos meses. A direção da Sergás jura que o contrato, custeado pelo povo, visa “valorizar, integrar e encantar seus colaboradores”. Pode até ser legal, mas é imoral e engorda. Respeitem o povo, senhores!

 

Juntando força

 

Os organizadores do futuro partido Aliança pelo Brasil promovem em Aracaju, sábado próximo, o “encontro de voluntários”. Só entra quem se cadastrar antecipadamente. Vixe! Falar nisso, a oposição vai pedir ao Conselho Nacional de Justiça que suspenda o “apoio ilegal” de Cartórios de Notas à filiação de membros do Aliança. É que, segundo denúncias, o Colégio Notarial do Brasil teria orientado os cartórios a fornecer aos eleitores fichas de filiação do embrionário partido. Misericórdia!

 

Foi por cima

 

E o prefeito Edvaldo Nogueira foi à Fortaleza para, de lá, tornar público que o PDT será seu novo partido. Teve quem estranhasse o fato de o alcaide ter preferido ir pedir a bênção ao ex-presidenciável Ciro Gomes, em vez de fazer o anúncio aqui mesmo e ao lado do deputado federal Fábio Henrique, presidente estadual do partido. Comenta-se, à boca miúda, que Edvaldo quis deixar claro que não se submeterá às orientações do dirigente pedetista sergipano. O prefeito, porém, jura que tudo foi acertado antecipadamente com Fábio Henrique. Então, tá!

 

O gordo e o magro

 

A parceria entre o gordo e o magro vai continuar em 2020. Foi o que garantiu o vereador aracajuano peso pesado Cabo Didi (sem partido), após se reunir com o deputado estadual peso pena Georgeo Passos (Cidadania). No ano passado, atendendo pedido do gordo, o magro apresentou uma emenda ao Orçamento do Estado garantindo recursos para o Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência, desenvolvido pela Polícia Militar e uma bandeira de Didi. Taí uma parceria, digamos assim, bem balanceada. Vixe!

 

Sukita no PT

 

Tem gente aconselhando o ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (sem partido), a se filiar no PT. A justificativa é que, assim como o líder petista Lula, o capelense também é condenado em 2ª instância e, tal qual o “Barba”, já passou alguns meses preso. Ainda segundo os “conselheiros”, caso o Congresso derrube a determinação de que a pena só deve ser cumprida após o trânsito em julgado, Sukita e Lula ocupariam o tempo na cadeia organizando o PT entre os companheiros de cela. Quanta maldade!

 

É feia a crise

 

A crise financeira não perdoa ninguém. Até a seccional da OAB está sentindo o problema no “bolso”. Cerca de 25% dos 13 mil advogados sergipanos estão inadimplentes com a Ordem. Na tentativa de receber o atrasado, a entidade tem realizado ações estimulando os devedores a “se limparem”, além de suspender os vários benefícios aos devedores. Mas quando nada disso funciona, a OAB cobra o débito judicialmente. Cruzes!

 

Juntando os cacos

 

Mesmo inelegível, o ex-prefeito de São Cristóvão, Armando Batalha, anunciou que disputará a prefeitura daquele município. E, para tanto, já conta com o apoio do também ex-prefeito sancristovence Lauro Rocha, do presidente estadual do PSC, ex-deputado federal André Moura e do ex-prefeito cassado de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC). A questão é saber se a Justiça Eleitoral vai permitir a candidatura de Armando e, principalmente, se os eleitores de São Cristóvão o querem novamente como prefeito. Aff Maria!

 

Recorte de jornal

 

 

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 20 de julho de 1927.

Please reload