Política by Adiberto de Souza

May 20, 2020

 

 

Entre o céu e o inferno

 

A pandemia da Covid-19 está fazendo com que os governadores e prefeitos sintam-se no céu e no inferno ao mesmo tempo. Estão de bem com os conterrâneos que, em nome da preservação da vida, defendem o isolamento social, mas enfrentam a radical oposição dos que desprezam a quarentena em nome da imediata reativação da economia. Sem ter como agradar os dois lados, só resta aos gestores se escudarem nas orientações científicas sobre o mortal coronavírus e a sua consequente propagação. Em meio a este fogo cruzado, o governador Belivaldo Chagas (PSD) editou, ontem, mais um decreto restringindo ainda mais o direito de ir e vir consagrado pela Constituição. Recebeu aplausos dos partidários da quarentena, ao tempo em que foi taxado de ditador e arbitrários pelos empresários. Estes têm lá suas razões, pois a maioria está desesperada com as dívidas que se avolumam a cada dia, ameaçando patrimônios, muitos dos quais construídos há décadas. Não há como agradar os dois lados desta moeda chamada Covid-19. Pior para governadores e prefeitos é que só o tempo dirá com quem está a razão. Misericórdia!

 

Corda bamba

 

O ex-deputado federal André Moura (PSC) está com os dias contados na Secretaria da Casa Civil do Rio de Janeiro. Segundo publicou a revista Veja, o governador Wilson Witzel (PSL) está insatisfeito com a articulação política promovida pelo político sergipano e “já busca nomes para substituírem o secretário”. A revista informa, ainda, que Witzel tem confidenciado a aliados a impressão de que André Moura é o grande responsável pela crise que seu governo vive neste momento. Homem, vôte!

 

Tribunal político

 

Criado em 1969 para fiscalizar as ações do Executivo e do Legislativo, o Tribunal de Contas de Sergipe também funciona como biombo político. É sempre bom lembrar que ali quase todos os conselheiros têm herdeiros com mandatos legislativos ou ocupando importantes cargos comissionados. Estranho nisso tudo é que ninguém fiscaliza essa estreita e suspeitíssima relação do TCE com a política partidária. Por que será? Vixe!

 

Gás em debate

 

Está marcado para amanhã, a 3ª edição do Circuito Brasil de Óleo e Gás. Promovido pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP), o evento será online e tem por objetivo integrar os diferentes atores desse mercado em torno de pautas fundamentais. Dedicado a Sergipe, o debate contará com a apresentação do cenário regional, destacando os principais dados, análises e perspectivas para a região. Para assistir, basta pesquisar no Youtube o canal da Firjan, onde estará o vídeo “Circuito Brasil de Óleo e Gás – Sergipe”. Prestigie!

 

Remédio para a crise

 

O deputado federal Laércio Oliveira (Progressistas) está defendendo a imediata prorrogação por mais dois anos da Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta. Segundo ele, em meio aos desafios trazidos pelo coronavírus, “na qual a preservação da

vida tem centralidade absoluta”, a prorrogação da CPRB pode ajudar a preservar milhões de empregos. Laércio acredita que esta medida emergencial reduzirá a forte pressão sobre os grandes empregadores e evita aumenta a fila do seguro-desemprego. Ah, bom!

 

Fogo amigo

 

Quem pretende disputar as eleições para prefeito, terá primeiro que sobreviver ao fogo amigo, bem mais perigoso por ser disparado no escuro e à queima roupa. Diferentes dos adversários, que posicionados do lado oposto atiram com estardalhaço, os aliados agem na surdina para desconstruir a pré-candidatura. Os que sobreviverem às estocadas aliadas de agora, chegarão fortalecidos às convenções e estarão prontos para o grande embate, que premiará o vencedor com a cadeira de prefeito. Aff Maria!

 

Vítima de um erro

 

Desempregado, o sergipano Galdino Alves dos Santos deu entrada no pedido de auxílio emergencial. Após observar o passado do rapaz, a Dataprev informou que ele não tem direito à ajuda do governo federal por ser um “político eleito”. Para azar de Galdino, isso não é verdade. De fato, ele disputou nas eleições passadas uma cadeira de vereador em Poço Verde, mas só obteve 155 votos, não ficando nem na suplência. Agora, só resta a Galdino do Junco tentar se eleger nas eleições deste ano. Danôsse!

 

Bateu em retirada

 

Uma péssima notícia para Sergipe: o superatacado Makro de Aracaju fechou suas portas, deixando sem empregos a grande maioria de seus 110 colaboradores. Adquirida pelo Grupo Carrefour, o Makro está na capital sergipana desde outubro de 2003, tendo como público alvo os pequenos e médios comerciantes. O fechamento do superatacado já era previsto pelo Grupo Carrefour, mas a pandemia da Covid-19 deve ter antecipado a decisão, que impacta negativamente a já frágil economia sergipana. Crendeuspai!

 

Cobrando agilidade

 

Tramita na Justiça Federal em Sergipe uma ação visando pressionar o governo federal a ajustar o processo de análise e concessão do auxílio emergencial. Os Ministérios Públicos Federal, e do Trabalho, além da Defensoria da União, também cobram soluções para os problemas de ordem operacional que estão impedindo o pagamento do benefício. Os autores da ação já receberam mais de 400 queixas contra o aplicativo da Caixa Econômica Federal. Desconjuro!

 

Tirando onda

 

E o empresário Carlito Ferreira de Jesus, o “Galeguinho da Roupa”, não se cansa de tirar onda com a cara do prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR). Para irritá-lo, o comerciante anda espalhando que Adailton Sousa (PR), prefeiturável preferido de Valmir, vive quebrando os bancos de praça da cidade: “É só ele sentar pra o banco quebrar”, fustiga. Galeguinho nega que a sua brincadeira tenha qualquer relação com o falido Banco Bamerindus, onde Adailton trabalhou. Marminino!

 

Recorte de jornal

 

 

Publicado no jornal estanciano A Razão, em 25 de dezembro de 1909.

Please reload