• Luxo Aju

Unha Pintada faz show na Boa Luz


O cantor de arrocha, Unha Pintada, vai se apresentar na Boa Luz. O show será realizado a partir das 21h da sexta-feira (30) e vai contar ainda com Marlus Viana e DJ Valdir.


Tragetória

O jovem Aldiran Santana que ganhava a vida na roça do Povoado Barroca, de Simão Dias, ouvindo as canções de Zezé Di Camargo e Luciano, cresceu e se transformou no fenômeno Unha Pintada. O cantor está estourado em Sergipe e no interior da Bahia com sucessos de sua autoria que misturam arrocha, brega e muito romantismo. A carreira solo do músico é ascendente, mas começou tímida há 5 anos.

“Comecei a cantar ainda adolescente nos povoados da região com um amigo que tocava violão. Depois acreditei na carreira solo e criei a marca, mas no início foi complicado. Jesus é meu empresário e sou muito grato a ele por tudo o que está acontecendo na minha vida”, comemora.


Mas como o Aldiran se transformou em Unha Pintada? “Desde cedo comecei a pintar a unha e isso chamava atenção na escola e família, as pessoas não entendiam. Vi o Cristian [da dupla com Ralf] pintando uma unha e achei bacana. Comecei a pintar todas as unhas e fui gostando, não parei mais de pintar as unhas de preto, mas o preconceito foi grande. Uma vez sentei ao lado de uma mulher em um banco, quando ela viu minhas unhas se assustou e saiu de perto de mim”, recorda.


Sucesso

Hoje aos 30 anos, Unha Pintada, colhe os frutos que plantou e comemora o sucesso. “Eu colhia milho na roça e agora colho sucesso e muito carinho dos fãs. Agradeço a Deus e a todos que gostam do meu trabalho. Canto com o coração e passo para o público minha emoção. Sou romântico e os relacionamentos me inspiram”, orgulha-se.


Antes de alcançar o sucesso, Unha Pintada, se apresentava em barzinhos na zona rural de Simão Dias e conciliava com o trabalho no campo. “Sempre gostei de cantar e tive o Zezé Di Camargo como um professor. Em 2011 tive a ousadia de iniciar o projeto solo mas não tinha nome. Como eu já havia lançado esse estilo e já era conhecido como Unha Pintada na escola, a marca acabou se transformando em um personagem que também é conhecido pelas fãs de Gostosinho porque brinco e sensualizo arrochando na sofrência no palco”, diverte-se.

“Não percebi quando virei artista porque tudo aconteceu de forma gradativa. Meu pai não acreditava no meu talento, mas foi me aceitando aos poucos e hoje se sente muito orgulhoso. Sempre tive paixão pela música e me emocionei quando conheci o Zezé Di Camargo em um show. Ele é a minha maior inspiração e me recebeu com muito carinho no camarim”, vibra.